Arquiteto ou designer de interiores? Saiba as semelhanças e as diferenças entre estes profissionais

Conheça detalhes para a contratação do profissional que você precisa: um arquiteto ou um designer de interiores.

Arquiteto ou designer de interiores: Hum, já sei. Você acabou de ver aquelas casas lindíssimas à venda e decidiu de vez contratar um profissional para fazer uma igual, mas agora não sabe se contrata um designer de interiores ou arquiteto? Tudo bem, muita gente costuma confundir as atribuições.

Só o que as pessoas não sabem é que essa confusão pode levar a muitos erros relacionados à responsabilidade civil e à atribuição legal de cada um.

É comum ver designers de interiores que propõem demolições, ampliações ou alterações em aberturas e paredes. Isso é ilegal.

Em outras palavras, designers não possuem o diploma legal que os habilita a mexer em obras físicas.

Se houver um acidente, o cliente não terá a quem responsabilizar. E é daí que surge a pergunta: Qual a diferença entre um arquiteto e um designer de interiores?

A resposta não é tão simples, porém também não é tão difícil assim. Tudo bem que é uma situação muito corriqueira contratar serviços de um designer para modificar as características físicas do projeto ou da obra.

No entanto, há um limiar muito evidente entre arquitetos e designers de interiores, notadamente quanto à responsabilidade técnica e atribuição legal.

Em relação às semelhanças entre cada um, podemos dizer que ambos recebem uma formação correlata em seus respectivos cursos.

E pensar nas necessidades do cliente como conforto, circulação, textura e linguagem é uma atribuição que pode ser delegada tanto aos designers quanto aos profissionais de arquitetura.

Outro ponto que precisa ser esclarecido é em relação à atuação do designer de interiores. Apesar de levar “interiores” no nome, o profissional desta área pode atuar em ambientes externos.

Só que, bem mais que as semelhanças, esses dois profissionais possuem muitas diferenças que valem a pena ser esclarecidas.

Arquiteto

A Arquitetura é a área responsável por elaborar projetos que agreguem funcionalidade e estética a uma edificação, levando em conta todas as características do local onde está situada (clima, solo, relevo, vegetação, etc.), também envolvendo o planejamento de espaços urbanos que melhorem ou facilitem a vida das pessoas.

Com um trabalho próximo ao do engenheiro civil, o arquiteto pode participar da projeção de edifícios, fazer mudanças estruturais em construções, acompanhar obras, etc.

Quando contratar um arquiteto?

Como o arquiteto é responsável por projetar ambientes que pedem soluções mais eficientes para a estruturação do local, a fim de um melhor aproveitamento do espaço, o mesmo deve ser contratado quando você planejar construir ou reformar o seu imóvel, já que ele poderá concretizar os seus desejos e, ao mesmo tempo, resolver todas as suas necessidades com soluções espaciais criativas, funcionais e estéticas.

Com a ajuda do arquiteto, seu lar certamente ficará mais agradável, confortável e você evitará gastos desnecessários, como com a compra de materiais a mais ou a menos na hora de construir ou reformar, por exemplo.

Designer de interiores

O design trata-se de uma técnica cenográfica e visual muito utilizada para a composição e decoração de espaços internos, como os escritórios, cômodos das casas, dentre outros.

O design, portanto, pode ser definido como a arte e a técnica de se organizar e planejar os espaços, escolhendo e/ou combinando os vários elementos de um local.

O objetivo do design é fazer com que o ambiente esteja com um visual bonito e, ao mesmo tempo, confortável!

O profissional de design, portanto, busca principalmente harmonizar todos os objetos, acessórios e móveis em um determinado local, conciliando do melhor jeito possível o completo conforto, a beleza e praticidade no ambiente.

O designer de interiores pode assumir a responsabilidade de projetar salas comerciais, espaços em lugares públicos e, claro, residências também.

Esse tipo de profissional costuma atuar como autônomo, mas também há empresas especializadas que contratam esses profissionais para trabalharem com elas.

Quando contratar?

O momento mais indicado para se contratar um designer de interiores é após uma reforma, quando se deseja reformular o layout de um cômodo, por exemplo, complementando o trabalho do arquiteto.

Esse é um investimento muito bom que poderá transformar a sua casa em um lugar mais amplo, espaçoso, confortável e com um visual único.

Se você tem dúvidas sobre contratar esse profissional ou se é o momento certo para recorrer aos seus serviços, saiba que contar com o seu auxílio é uma excelente forma de aliar o que você gosta ao que realmente precisa na rotina do seu imóvel.

Além disso, o seu trabalho agrega muito mais do que valor estético à casa, pois também intensifica o valor material dela – o que é uma vantagem caso deseje, em algum momento, vendê-la ou alugá-la.

Resumindo…

Tanto o arquiteto como o designer de interiores podem se responsabilizar por um projeto, já que ambos utilizam programas que permitem a criação de projeção de ambientes e de plantas baixas.

No entanto, só o arquiteto que possui um título (e registro profissional) que o permite assinar o laudo de responsabilidade técnica pelo serviço prestado.

Esse laudo de responsabilidade técnica também é chamado de RRT e garante que o arquiteto responda criminal e civilmente por qualquer tipo de irregularidade que venha a ocorrer durante a execução da atividade que será exercida.

Se formos observar os modelos de casas existentes e a responsabilidade que os arquitetos tiveram em todos os detalhes, veremos como esse laudo pode ser importante para o nível de comprometimento em um projeto.

E aí, você já sabia das semelhanças e diferenças entre um arquiteto e um designer de interiores? São bem diferentes, não é mesmo? Agora, sim, você não erra mais na hora de contratar esses profissionais.

Se estiver à procura, certifique-se de pesquisar bastante, também para que o preço da decoração ou reforma de sua casa ou do apartamento não acabe ficando muito caro e não sobre espaço no orçamento para a contratação do profissional que você precisa: um arquiteto ou um designer de interiores.

Não se esqueça de compartilhar este post para ajudar outras pessoas a conhecerem as diferenças entre um arquiteto e um designer de interiores!

Mais recentes

Como dar personalidade a um imóvel alugado?

Como dar personalidade a um imóvel: Recebo muitos comentários de leitores querendo fazer mudanças em seu imóvel mas resignados pois…

22 horas atrás

7 Dicas para desentupir qualquer tubulação

As bactérias presentes nas tubulações de drenagem são nocivas a saúde humana e causam uma série de doenças graves. Sem…

2 semanas atrás

Como decorar um apartamento alugado? Confira nossas dicas

Você já morou em um apartamento alugado? Eu sim, e a nossa maior preocupação é sempre como deixar decorado seu…

3 semanas atrás

Imóveis na praia: investimento ou despesa?

Ah, o mar! O barulho das ondas, o vento no rosto, o riso das crianças brincando na areia! Quantos de…

1 mês atrás

Dicas de decoração da sala de estar

A decoração da sala de estar é certamente o cômodo mais importante de sua casa. Uma sala de estar é…

1 mês atrás

8 ideias econômicas e criativas para decorar o seu lar

Ideias econômicas e criativas para decorar: quando pensamos em decorar nossa casa, desanimamos quando pensamos que iremos gastar muito e…

1 mês atrás