Dicas de sucesso para a sua obra

Vamos te guiar pelos principais passos para garantir o sucesso da sua construção do início ao fim. Ao reformar ou…

Vamos te guiar pelos principais passos para garantir o sucesso da sua construção do início ao fim.

Ao reformar ou ampliar uma construção você está valorizando o seu espaço, de acordo com a sua necessidade. Muitas pessoas apenas possuem o terreno, logo já contratam um pedreiro e começam a construir, sem um planejamento. Mas já considerou todas as implicações que uma obra pode ter?

Primeiro passo: conheça o código de obras de seu município

Quando imaginamos uma construção, pensamos em muitas coisas, mas na maioria das vezes esquecemos de nos lembrar das leis. Geralmente as pessoas nem conhecem as leis de códigos de obras que existem no próprio município, construindo ou reformando com várias irregularidades sem saber.

Cada município possui um regulamento de obras próprio, sendo muito importante conhecer suas especificações para não ter dores de cabeças, como multas ou problemas na edificação. Mas não é só ler o código, é necessário compreender muito bem o que se diz em cada linha.

Um item essencial para se atentar é o limite de área a ser construída em um lote. Ultrapassando essa quantidade, você excede a chamada “taxa de ocupação”, o que faz do seu imóvel uma construção irregular.

O recuo mínimo também é um item importante. Os recuos são espaços que devem ficar livres de qualquer tipo de construção junto aos limites do terreno e entre as paredes internas da sua construção e seus muros.

Existem três tipos de recuo:

  • o frontal corresponde à distância que deve ser deixada livre entre a sua construção e o limite da frente do terreno, onde fica a calçada;
  • o dos fundos é a distância que deve haver entre sua construção e o limite dos fundos do terreno, ele funciona quando o fundo da sua construção acaba em um lugar público, como numa praça;
  • o recuo lateral é o espaço que se deve deixar entre a construção e os limites dos lados do terreno, também quando eles dão para um lugar público, como no caso de uma casa de esquina.

De prefeitura para prefeitura as distâncias variam, podem ser diferentes até mesmo entre bairros e ruas. Além disso, se você pretende ter um imóvel com mais de um andar, as medidas de recuo podem variar.

Em uma média geral, o imóvel deve ser de 1,5m ou 0 recuado em relação ao muro lateral com a construção vizinha. Mas no caso da residência ter janelas nas paredes laterais, o recuo não pode ser 0.

Ademais, para a qualidade da habitação do morador, algumas normas referentes a iluminação da sua residência devem ser seguidas. Por exemplo, um tamanho mínimo de janela por cômodo de acordo com a metragem do mesmo, nunca deixando um ambiente sem janelas.

Tudo isso, pensando na qualidade de vida para quem vai utilizar a construção, seja para moradia ou comércio. A fim de assegurar a legalidade, também é preciso garantir um espaço permeável correspondente a 10% da área total do terreno do seu imóvel, isso é possível utilizando grama ou concregrama.

Enfim, existem muitas variáveis sobre os números e regras da construção que muitas vezes não se conhece. Desse modo, o melhor a ser feito é contratar um profissional que possa te ajudar no momento das escolhas e tomadas de decisão, para não ser surpreendido de maneira desagradável no futuro.

Desenhando o seu sonho através de um projeto arquitetônico

A concepção do projeto arquitetônico é responsável por pensar em todos os aspectos do terreno, colocando no papel cada detalhe, de acordo com o que você quer e assegurando que as normas e leis locais estejam sendo seguidas.

Um projeto executado por um profissional, as chances de erro quando a construção acontece diminuem muito, tanto no momento da execução da obra quanto na própria ocupação do imóvel.

casa em condomínio bonita

O projeto arquitetônico executivo envolve várias etapas e itens, como planta técnica e de disposição, planta de pontos hidráulicos e elétricos, e projeto de aprovação na prefeitura, tudo para estar de acordo com todas leis, código de obras e normas de segurança.

Com um projeto arquitetônico em mãos, você pode ter a segurança de um trabalho pensado e executado por profissionais que sabem o que estão fazendo.

Quando o arquiteto vai pensar na concepção de um ambiente, antes mesmo de colocar no papel, ele já pensa nos fatores externos que podem afetar a construção. Por exemplo, se vai construir uma edificação com dois andares que possui vizinhos, deve-se pensar muito bem na disposição das janelas para que a privacidade seja mantida.

Ou ainda, se existe um muro muito alto ao lado do terreno em que será construído uma casa, é essencial se pensar como a luz solar vai incidir no ambiente para não deixar a casa sem iluminação natural.

Em todo o projeto desse tipo, realizado por um profissional da área, o ambiente vai ser pensado e projetado desde o início, visando atender às suas necessidades e expectativas quanto aquela construção.

Além disso, os imóveis que apresentam um projeto arquitetônico possuem melhor aproveitamento do lote, melhor qualidade de vida, levando em conta iluminação, ventilação, conforto e funcionalidade. E ainda, apresentando fatores estéticos bem pensados, tornando o imóvel mais bonito.

Tudo isso agrega, e muito, no valor comercial para venda ou locação do local. O projeto arquitetônico traz todos esses benefícios, e ainda orienta a construção do seu sonho,colocando-o no papel.

Conseguindo a aprovação na prefeitura

Todo o imóvel, seja residencial ou comercial, deve estar regularizado perante a prefeitura. Uma planta com todas as especificações da construção deve ser entregue na prefeitura para efeito da cobrança do IPTU, qualquer alteração no terreno exige uma nova planta, caso contrário acarretará multa.

homem fazendo positivo

Além disso, regularizar o seu imóvel é essencial, porque sem esse processo é  impossível vender, alugar ou passar a sua residência como herança. Com o seu imóvel regular, você garante que a metragem construída de seu terreno esteja de acordo com a paga no IPTU e evita gastos com multa.

Para fazer a regularização é necessário alguns documentos, como a matrícula do imóvel e o IPTU. Depois da verificação da documentação e execução, é preciso levar o projeto até o Poupatempo e pagar uma taxa referente ao tamanho do seu terreno.

Todo esse procedimento é de extrema importância, já que assegura a legalidade do seu imóvel perante a lei. Seguindo os passos acima, você poderá realizar a obra dos seus sonhos sem preocupações e imprevistos.

Gostou do artigo? Aproveite a visita ao nosso blog lendo agora mesmo o conteúdo a importância de fazer ambientes planejados e não perca a oportunidade de conhecer mais sobre esse assunto!

Compartilhar
Publicado por
DecoracaoWEB

Mais recentes

Guia dos neutros: várias ideias de ambientes neutros

O neutro não precisa ser sempre básico e minimalista. Algumas dicas podem te ajudar a dar o up que a…

21 horas atrás

Limpeza em Casa: tutorial de como limpar a casa

Você ama chegar em casa e sentir o perfume de limpeza? Confira esse tutorial que vai te ensinar a fazer…

5 dias atrás

Relatório da Indústria: Acompanhe como o mercado está investindo em Imóveis

O mercado de investimentos imobiliários, assim como outros mercados, possui sua volatilidade, sua liquidez e suas taxas de retorno sobre…

6 dias atrás

Proteja sua casa no inverno! Itens para manter a casa quentinha

Quer a casa quentinha para o inverno? Veja as dicas abaixo e prepare-se! Nos dias frios nada melhor que um…

2 semanas atrás

Como saber se o melhor para sua empresa é o Coworking ou o Home Office?

Com o avanço das tecnologias, é possível trabalhar praticamente de qualquer lugar. Basta ter uma boa conexão com internet para…

1 mês atrás

Modelos de Penteadeira para você escolher

Se engana quem pensa que aquela penteadeira do quarto da vovó está fora de moda, hoje, depois de inúmeras repaginadas,…

1 mês atrás