Decoração com Pedras de Mármore: Luxo e Requinte

Quando realizamos a compra de um imóvel, ou até mesmo locação, planejamos toda a decoração e desejamos que tudo esteja…

Quando realizamos a compra de um imóvel, ou até mesmo locação, planejamos toda a decoração e desejamos que tudo esteja em harmonia, de acordo com nossos gostos.

As cores, desde as mais claras, como o branco ou o nude, até as cores mais escuras como preto ou vermelho, os formatos, as texturas e por aí vai, pensamos em cada cômodo e planejamos todo o orçamento.

Quando o desejo é ter um lar com um ar mais sofisticado e clássico, o acabamento com pedras de mármore é uma das opções que mais se adequam a esse estilo e expressam luxo e elegância.

Além da sua aparência sofisticada, existem outras vantagens que deixam esse produto ainda mais interessante como o conforto proporcionado e a praticidade. O mármore não esquenta, consequentemente, torna o ambiente mais fresco.

É um material que possui versatilidade e pode ser utilizado de várias formas na decoração de ambientes.

Deixou de ser usado apenas no piso ou em bancadas de cozinhas e banheiros e passou a ganhar maneiras novas de aplicação na hora de decorar, como revestimento em áreas de piscinas, lareiras, divisórias visuais no living, composições com espelhos em paredes de algum cômodo da casa, paredes de tijolinhos, em hall de entrada, painel de sala de tv. São inúmeras as possibilidades que existem para decorar com pedras de mármore.

Sua aplicação deve ser feita de maneira adequada, acompanhando o projeto e incrementando ainda mais a decoração do ambiente, pois se aplicado de forma incorreta pode acarretar em absorção de líquidos, ocasionando manchas, uma vez que o mármore possui alta porosidade e fica vulnerável a esse tipo de situação.

A ideia de fazer decoração com rochas, não somente o mármore, mas o granito e outras rochas ornamentais, surgiu no período neolítico e eram utilizadas principalmente em monumentos, túmulos, estátuas e placas.

Foi em meio a civilização grega que o mármore ficou popular e conquistou a imagem que possui atualmente na arquitetura. Acredite se quiser, mas os edifícios como o Partenon, os templos de Atenas e Zeus Olímpico foram construídos com mármore ainda no século V a.c.

pedras de mármore

Uma questão que interfere os consumidores na hora de adquirir o mármore para decorar, é o seu alto custo, mas existe uma explicação plausível para isso.

As pedras de mármores são formadas no interior da terra por meio do esfriamento do magma. No interior da terra, existe uma profunda camada de rocha derretida, que se forma a partir de reações e sofre um processo de decomposição.

Esse material em decomposição provoca intensas ondas de calor e causa a fundição das rochas que estão ao seu redor. Após esse processo, acontecimentos geológicos fazem com que essas rochas sejam empurradas para a superfície.

Diante disso, ocorre um resfriamento que dá origem as rochas magmáticas e entre elas está o mármore. Para extrair o mármore é necessário a utilização de vários equipamentos específicos, além de uma equipe qualificada, isso tudo porque a atividade é delicada e necessita de segurança dos profissionais e da preservação das pedras.

Após essa etapa, a rocha é cortada em fatias de menor proporção e está concluída a parte de extração. Esse é um dos procedimentos realizados até o mármore chegar na sua casa do jeito que você deseja.

Trabalhoso, não é mesmo?! É por conta de todo esse processo, que exige tempo e especialização, que o custo do mármore é mais elevado.

Principais tipos de pedras de mármore

Existem vários tipos de mármore, desde cores diferentes, até formatos e desenhos (conhecidos também como “veios”). Dentre eles, o:

Polido: É o que possui maior demanda no mercado, geralmente, essa opção de acabamento é recomendada e usada em ambientes internos, pois com o tempo tende a ficar lisa e escorregadia ao ter contato com água.

Levigado: Tem uma textura lisa e uma aparência semi polida. É diferente do polido, pois esse acabamento não oferece brilho e a peça possui um visual mais opaco.

Carrara: Esse tipo de mármore é encontrado em tonalidades mais claras e veios mais escuros. Possui origem italiana, muito usado em trabalhos de artistas – como pintores e escultores.

Flameado: Se desenvolve por meio do fogo, alcançando um efeito mais áspero e com algumas ondulações. Pode ser utilizado em áreas externas, pois possui qualidades que são antiderrapantes.

Devido aos avanços tecnológicos, existem também as imitações de mármore que é o caso do porcelanato, material que oferece diferentes tamanhos, formatos e cores, bem semelhante às peças naturais de mármore, esteticamente falando, deixam o ambiente muito lindo, proporcionando uma fácil manutenção e também maior resistência que o próprio mármore.

Texto redigido pela equipe responsável pela redação da Lovatel Agência Digital e do blog Imovago.

Compartilhar
Publicado por
DecoracaoWEB

Mais recentes

Tudo que precisa saber para sua reforma

Uma reforma pode representar grandes problemas se não for bem administrada. Muitas pessoas pensam que  realizar uma obra significa dor…

2 dias atrás

Saiba como criar um apartamento decorado inesquecível e vender mais

Ao procurar por diferentes formas de deixar sua casa mais bonita e moderna, entenda que se atentar às tendências é…

3 dias atrás

Como saber que tipo de madeira é um palete antes de fazer seus móveis

Antigamente os paletes serviam apenas como uma ferramenta para facilitar a vida nas fabricas, servindo como suporte de mercadorias, entre…

3 dias atrás

Decorações para casamentos

Embora as pessoas tenham idealizado o tempo para se casar ao longo dos anos, a verdade é que o evento em si…

5 dias atrás

MESAS PROVENÇAIS PARA DECORAÇÃO DE EVENTOS E FESTAS

O berço do estilo de decoração provençal é a França, o modelo surgiu por volta dos séculos XVII E XVIII,…

1 semana atrás

CONHEÇA HYGGE, O LIFESTYLE DO MOMENTO QUE VEM GANHANDO ADEPTOS NO MUNDO TODO

Já ouviu falar em hygge? Este é um conceito dinamarquês, que assim como a nossa palavra “saudade”, não existe uma…

1 semana atrás